Finanças Pessoais

5 dicas essenciais para considerar antes de comprar seu imóvel

Por Juliana Ruiz de Figueiredo Guerra – Especialista em planejamento financeiro.

Em meio à crise econômica do nosso país, comprar um imóvel não é tarefa fácil. O sonho de sair do aluguel e ter um cantinho próprio parece cada vez mais difícil. Porém, com planejamento e paciência é possível sim encontrar oportunidades valiosas. Dessa forma, resolvemos escrever algumas dicas que podem ajudar quem está à procura do tão sonhado imóvel.

Faça uma avaliação do seu capital

É muito importante você entender o quanto você pode investir. Faça uma boa análise da sua situação financeira, ou seja, se você tem poupança e investimentos disponíveis, quais são as suas atuais dívidas e despesas mensais recorrentes, e o quanto tudo isso representa no seu orçamento pessoal.

Poupe! Se você tem dívidas e despesas altas, o sacrifício de poupar e readequar despesas é fundamental para conseguir comprar seu imóvel.

Faça uma avaliação de crédito

Mesmo você tendo alguns recursos disponíveis, a compra do imóvel sem financiamento é dificilmente viável. Portanto, o segundo passo seria avaliar as condições de um financiamento. O valor de crédito que o banco te disponibiliza, taxa de juros, prazos, modelo de amortização, etc., tudo isso deve ser bem avaliado junto ao seu gerente de banco.

Avalie também o valor das parcelas considerando diferentes valores de entrada. Sabemos que quanto maior o valor da entrada, menor serão os juros pagos ao banco. Porém, muitas pessoas acabam se descapitalizando a fim de economizar com os juros, e quando recebem o imóvel se deparam com muitas despesas que não estavam previstas e aí acabam recorrendo à créditos bem mais caros que o crédito imobiliário (cheque especial e cartão de crédito, por exemplo)!

Dessa forma, prefira assumir um financiamento maior com uma boa taxa de juros ao investir todas as suas economias de uma só vez. Lembre-se que após a compra, você precisará gastar com reforma e mobílias! O custo para fazer tudo isso é em média de 20% a 30% do valor do seu imóvel.

Entenda todos os custos que implicam na compra de um imóvel

Não se esqueça de considerar todas as despesas referente aos documentos da compra do imóvel. Muita gente não sabe, mas elas existem! Alguns exemplos são despesas com cartórios e o imposto de transmissão de bens imobiliários (ITBI) que podem variar conforme o município e o valor do imóvel.

Defina o tipo de imóvel que atenda as suas necessidades

Definir o tipo de imóvel pode parecer uma tarefa fácil, mas você precisa levar em conta algumas questões como o tamanho da sua família hoje e daqui pelo menos 5 anos, afinal adquirir um imóvel é um investimento para longo prazo. Quantos cômodos eu preciso? Preciso ter um home office? Quais são os meus hábitos que refletem diretamente no espaço onde eu vivo? Essa ultima pergunta pode parecer um pouco complexa, mas é simples, avalie suas prioridades, seus hobbies, dessa forma você vai descobrir se precisa de uma cozinha gourmet para receber seus amigos ou se você vai priorizar uma bela sala onde não poderá faltar um home theater para um bom descanso no final de semana.

Avalie a localização do imóvel

A localização do imóvel é muito importante, pois ela é um fator que modifica muito o preço do imóvel. Portanto para uma comparação mais justa, leve em consideração a infraestrutura do bairro em relação a transporte, acessibilidade, compras e lazer que fazem toda a diferença. Fique atento a regiões que apresentam um desenvolvimento de infraestrutura a longo prazo, você pode encontrar ótimos preços, mas que daqui alguns anos serão mais valorizados pela implantação de uma nova estação de metrô, por exemplo.

Esperamos que o conteúdo tenha te ajudado, se você gostou curta e compartilhe com seus amigos, isso poderá ajudar outras pessoas também.

Se ficou alguma dúvida, deixe seu comentário aqui embaixo que agente responde!

Você tem algum assunto que gostaria de saber mais? Comente aqui embaixo e nos faremos um post relacionado para te ajudar!